skip to Main Content
aranorteip@aranorte.gov.mz +258 86 267 3180 Webmail

O monitoramento da qualidade de água visa detectar anomalias da qualidade de água permitindo a tomada de medidas preventivas ou correctivas para que os impactos negativos aliados a sua deterioração sejam minimizados. Deste modo, assegurando essencialmente o balanço entre o equilíbrio ambiental e a vida dos ecossistemas aquáticos, e por conseguinte, a protecção dos recursos hídricos, tanto superficiais como subterrâneos.

A monitoria de águas superficiais é garantida através de uma rede de amostragem da qualidade de água ao longo da bacia, compreendendo de 40 pontos de amostragem. Enquanto, em relação a águas subterrâneas é baseada numa rede de 3 furos de observação (rede piezométrica) localizada em locais de uso intensivo de águas subterrâneas (campos de furos de abastecimento de água nas Cidades de Angoche e Nacala-Porto).

Quanto a frequência de amostragem, a ARA-Norte, IP realiza a amostragem da qualidade de água superficial e subterrânea ao longo das Bacias do Licungo, Molocoe, Lurio e Meluli numa periodicidade trimestral.

A monitoria e controle da qualidade de água consiste na realização de várias acções, das quais destacam-se as seguintes:

  • Amostragem da qualidade de águas superficiais e subterrâneas;
  • Controle da poluição (caudais efluentes na bacia: empresas mineradoras, industrias, irrigantes, etc);
  • Análise das amostras da qualidade de água,
  • Análise e interpretação dos resultados das análises,
  • Divulgação dos resultados para os utentes em forma de boletins ou relatórios;
  • Acções de sensibilização dos utentes sobre boas práticas ambientais.