skip to Main Content
aranorteip@aranorte.gov.mz +258 86 267 3180 Webmail

Respeitado leitor amigo!

Assinala-se neste trimestre, o período do início de mais um ano referente ao exercício laboral, 2022 coroado de muita vivacidade e energia técnica. Doravante para si, lhe desejamos, muitos sucessos e óptima companhia com o melhor dos nossos serviços de informação.

É com elevada honra que iremos lhe proporcionar sobre o rescaldo dos principais resultados dos eventos ou actividades promovidos, através do nosso compromisso com a gestão integrada e participativa de recursos hídricos nesta vasta região, que com particular destaque iremos nos debruçar da época chuvosa 2021-2022. Uma situação de calamidades a ser desenvolvido, nesta sua plataforma de comunicação pública. Chama-se “depressão tropical, ANA” e depressão tropical “GOMBE” que arrastaram e quebraram o fundo sensível do sossego da região, vidas humanas, redes viárias ou infraestruturas públicas, socias e económicas desta área do país, sob nossa  jurisdição.

É certo que ARA-Norte, IP não tem dúvidas sobre a ocorrência dos eventos extremos hidroclimatologigos de cheias e inundações derivadas pelas águas das chuvas. Por isso, comunicamos, sim com pré-aviso por parte da nossa instituição, para que houvesse o maior controle e colaboração com tudo e todos, face a precaução dos riscos nas bacias hidrográficas da região nesta época chuvosa. 

Respeitado leitor amigo, ainda antes da época chuvosa 2021-2022, nos reunimos e criamos estratégias de actuação que prontamente nos facultou com a nossa máxima capacidade de acção. Montamos equipes de piquete que se dedicou a fazer monitoria hidrológica dos níveis dos rios, barragens, reposição de escalas hidrométricas, pluviómetros e sensibilização das populações ribeirinhas, ao nível das bacias hidrográficas para sua retirada imediata perante a época em menção.

Contudo, foi com graças a implementação estratégica que durante as ocorrências das chuvas que causaram golpes duros e intempérie que fomos nos reinventando ao aprimoramos com empenho a nossa actuação.

De um modo geral, durante os eventos desta época chuvosa, no terreno vimos com evidências que tratou-se de desastres naturais.  Pois, os nossos desafios cingem-se em dinamizar as actividades da situação hidrológica da região e trazer informações de alertas tempestivamente para actualizar a todos, ou seja, as equipas multissectoriais e multifuncionais. Outrossim, estivemos presente no Centro Operativo de Emergência, (COE) tendo tido um o papel importante com os debates em busca de ideias pragmáticas face a época chuvosa.

Continuamos a monitorar a época chuvosa e fazemos levantamentos técnicos com a necessidade de aferirmos com ciência os danos causados pelas enxurradas com particular destaque em torno das infraestruturas hidráulicas.  Como diz o ditado “Água mole em pedra dura bate tanto até que fura”.            

Cientes, esperamos da vossa colaboração, contacte-nos o futuro se encontra nos recursos hídricos! Estamos juntos continuaremos a lhe trazer o melhor de informação e muito obrigado.    

“A água é escassa, cuide e preserve!” 

Cordialmente,

Carlitos M. Omar

(Diretor Geral)