skip to Main Content
aranorteip@aranorte.gov.mz +258 86 267 3180 Webmail

DIRECTOR GERAL DA ARA-NORTE, IP, REÚNE-SE EM CUAMBA PARA BUSCAR SOLUÇÕES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA.

No quadro de iniciativa da ARA-Norte, IP como gestor de recursos hídricos na região, para debelar com a problemática que se vive com a escassez de água na cidade de Cuamba, Província de Niassa, uma equipe multissectorial, estiveram reunidos na cidade em menção, no dia, 23 de junho de 2021 para discutir sobre a urgência de parceria e reversão da recente descoberta de represa dos CFM que se encontra em desuso naquela parcela do país, há várias décadas.

Para este encontro, houve uma missão conjunta, composta pela equipe da ARA-Norte, IP, representado pelo Director Geral, Carlitos Omar que junto do Director Executivo dos CFM, Emílio Bata, acompanhado pelos seus Administradores executivos do pelouro Norte e Centro e o FIPAG de Cuamba, encabeçado pela Directora Anadinha Pinto que visitaram a represa dos CFM, localizada ao lado oposto do monte e represa de Mitucué, cerca de 45Km da cidade de Cuamba.  Sendo que depois da represa, ainda se visitou a sua torre elevada de água com a capacidade de reter 450 metros cúbicos, contra os 250 metros cúbicos da actual em Cuamba.

Porém, nesta época de seca à porta, a barragem de Mitucue, sendo a fonte actual de armazenamento de água a cidade de Cuamba, vive na insustentabilidade para atender com a demanda de água aos munícipes, devido ao aumento da sua densidade populacional, naquele corredor de desenvolvimento. Por isso, tratando-se de um projecto ambicioso para a vida da população da cidade de Cuamba, o Adminitradordor João Manguinge do distrito de Cuamba, recebeu a equipa multisectorial que esteve no terreno para ter o feed back do trabalho conjunto.

Dai, se faz sentir desta genuína intenção do Director Geral, Carlitos Omar como gestor de água, em buscar consensos e parcerias que deixe em funcionamento à represa dos CFM que se encontra assoreada. Com esta iniciativa, entende-se que irá ajudar, o FIPAG a alargar, sua rede de abastecimento e abrandar com a crise de água na cidade de Cuamba. Para terminar, importa vincar que a represa visitada, em outrora, tinha como objectivo de fornecer água às moradias ou estabelecimentos dos CFM em Cuamba. E para os devidos efeitos as partes aguardam uma possível assinatura de memorando de entendimento com os CFM.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.