skip to Main Content
aranorteip@aranorte.gov.mz +258 86 267 3180 Webmail

VISITA DA VICE-MINISTRA DAS OBRAS PÚBLICAS HABITAÇÃO E RECURSOS HÍDRICOS À REPRESA DE NACOPO

O governo moçambicano através do Ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, tem vindo a redobrar esforços para fazer face com o plano nacional de gestão de recursos hídricos.

Em Nampula, no âmbito do Projecto água para vida ou “PRAVIDA” já, estão em curso nos cinco distritos benificiários com obras de reabilitação e construção de represas, sendo a de Mururo no distrito de Liύpo, Chipene em Memba, Corroro para Nacala-à-Velha, Riatha em Mugingual e por fim à represa de Nacopo que já se encontra na fase terminal, sendo todas elas a ARA-Norte, IP dono da obra dentre outras que existem na região no âmbito deste projecto.

Por isso, a Vice-Ministra das OPHRH, Engenheira Cecília Chamutota, saiu da capital do país pronta para trabalhar em Nampula, passando por diferentes distritos, até ao distrito de Meconta, para se inteirar dos trabalhos do seu Ministério, particularmente do estágio das obras da represa de Nacopo. Esta represa que clamava de socorro devido a graves golpes protagonizado pela fúria das águas de épocas chuvosas passadas. Custou dos cofres do Estado cerca de 77.629552,47 Mts para sua reposição.  Localizada sobre o “Rio Terrene” citando Régulo Mapala, foi construída no período colonial, cujo objectivo é armazenar água para uso doméstico, irrigação de pequena escala e abeberamento do gado, com prioridade o consumo humano.

A visita da Vice dirigente do Sector das OPHRH, que foi recebida na represa de Nacopo com muita satisfação, contou com a recepção da Sua Excelência Administrador do distrito e do Director Geral da ARA-Norte, IP, junto dos seus Técnicos, quadros do governo, líderes comunitários entre outros presentes que euforicamente testemunhavam a sua presença no terreno.

DG da ARA-Norte, IP recebendo a Vice-ministra das OPHRH na Represa de Nacopo, Meconta-Vila em Nampula Junto do Régulo Mapala.

Refira-se que o início da visita que também marcou com desejo de boa chegada e apresentação da equipa da ARA-Norte, IP presente, através do Director Geral, Carlitos Omar que junto do seu Coordenador Regional do Sector Técnico, Júlio Lucas de forma técnica e simples iam esclarecendo a Engenheira Chamutota sobre o percurso do projecto da infraestrutura.

Com a visita da Vice-Ministra da OPHRH pelo que se apurou no terreno há melhoria significativa da qualidade desta infraestrutura hidráulica.

Segundo a ARA-Norte, IP, a represa de Nacopo, têm a capacidade de 146.170 metros cúbicos de armazenamento, com uma altura de 06m e cota de 3.35m cujo cumprimento do aterro é de 155m. Entretanto, a represa apresenta uma área de inundação que vai até 9.771.842 metros quadrados numa alusão de nível máximo de cheias com 05 metros de altura. Nesta senda, será o Sector de AIAS que prosseguirá com os passos subsequentes sobre a gestão da rede de captação segundo apurou-se da Administração Regional de Água do Norte Instituto Público.  

Falando a margem desta visita, o Administrador, do distrito de Meconta, com cerca de 15.000 de habitantes, Melcheor Focas Situte, mostrou-se muito lisonjeado e aliviado quanto ao alargamento da rede de distribuição de água para diferentes famílias dos Bairros da sua Vila.  

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.