skip to Main Content
aranorteip@aranorte.gov.mz +258 86 267 3180 Webmail

MINISTRO DAS OBRA PÚBLICAS, HABITAÇÃO E RECURSOS HÍDRICOS TRABALHA NO DIQUE DE NANTE

“Quem deve nos ajudar são os nossos pais, se tiverem dificuldades as nossas autoridades de recursos hídricos podem vir cá explicar-vos ou formar-vos”

A região do baixo Licungo, é tida como as mais propensas de cheias e inundações que tem vindo a destruir infraestruturas socias, económicas e até criando lutos nas comunidades, devido aos golpes das águas de chuvas a montante da Bacia de Licungo. Dai que para aliviar-se destas situações calamitosas o governo ao nível central, decidiu reabilitar e ampliar o dique de Nante que já se encontra em funcionamento. São no total 7 comportas que o dique possui para ajudar a controlar as descargas de água.

Desta feita, no âmbito de trabalho de reconstrução de infraestrutura resilientes de emergência, o Ministro das Obras Públicas Habitação e Recursos Hídricos, Engenheiro João Machantine, trabalhou no Posto Administrativo de Baixo Licungo, Nante, no Distrito da Maganja da Costa, Província da Zambézia para visitar as obras do Dique de Nante. O dirigente das OPHRH, acompanhado por Director Geral da ARA-Norte, IP, quadros do governo e autoridades locais, no terreno, o ministro classificou o dique de Nante como diferente de muitos existentes.

É um dique diferente de muitos outros porque este dique comporta vários elementos hidráulicos que servem para aliviar a pressão ao longo da sua extensão” afirmou, o ministro João Machantine. 

Quanto o período de retorno, serão precisos cerca de 10 anos para se descobrir o comportamento do dique como um período análogo do que destruiu. Porém, segundo o Ministro admite que o tempo de vida ainda chegue entre 15 a 20 anos caso se comporte bem. Falando ainda aos presentes, o Ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos apelou aos líderes comunitários como autoridades locais para ajudarem a conservar a infraestrutura. “Quem deve nos ajudar são os nossos pais, se tiverem dificuldades as nossas autoridades de recursos hídricos podem vir cá explicar-vos ou formar-vos” exortou o Ministro Machantine.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.